Anticoncepcional Masculino – Responsabilidade dividida

Anticoncepcional Masculino – A responsabilidade agora é dividida

Métodos contraceptivos masculinos começam a se tornar realidade, deixando a mulher mais livre

Publicidade

O controle da natalidade é uma preocupação comum para as mulheres e homens. Entretanto, enquanto as mulheres têm muitas opções na escolha de um método de contraceptivo, os homens têm bem menos opções. Na verdade, os homens podem contar apenas com a abstinência, a camisinha, a vasectomia e o coitus interruptus (o popular “gozar fora”) que não é indicado por razões óbvias, apesar de muitos praticarem achando que estão se garantindo com isso, cuidado. Como já não bastasse serem poucos os métodos, todos esses apresentam inconveniências que tornam o seu uso complicado, como, por exemplo, a dificuldade no controle (como é o caso da abstinência e do coitus interruptus), a irreversibilidade nem sempre possível (no caso da vasectomia) e possibilidade de perda do “momento” ou mesmo do prazer (como ocorre com a camisinha).

Olhando para essa situação, percebe-se que a mulher está em melhor condição que o homem. A grande variedade de drogas contraceptivas faz com o sexo feminino tenha muito maior flexibilidade em lidar com a questão da contracepção, ainda que isso acabe jogando sobre as mulheres, muitas vezes, toda a responsabilidade. Mas essa situação está prestes a terminar.

Anticoncepcional Masculino
Anticoncepcional Masculino

Em todo o mundo, as pesquisas para o desenvolvimento de anticoncepcionais masculinos, nos moldes das pílulas tão populares entre as mulheres, estão em pleno andamento. Em breve, é possível que contraceptivos masculinos estejam presentes nas farmácias e consultórios médicos em muitos países. Se não se espera que se descubra uma “pílula” masculina, ao menos se acredita que implantes e injeções sirvam para dotar os homens de métodos anticoncepcionais tão simples e eficazes quanto o das mulheres. E, desde já, essa possibilidade, cada vez mais concreta, deixa os casais que se interessam em dividir a responsabilidade pela concepção animados, uma vez que, compartilhando esse dever, as chances de um planejamento familiar bem sucedido aumenta, bem como diminuem as chances de uma gravidez indesejada.

Confira um vídeo com o Doutor Elsimar Coutinho entrevistado por Marília Gabriela e demais em mesa redonda falando sobre o assunto no Rodaviva TV Cultura:

Segunda parte da entrevista sobre Anticoncepcional Masculino:

Por outro lado, a criação de drogas contraceptivas masculinas não está livre de dificuldades e problemas. A questão da eficácia e da segurança jamais pode ser abandonada, mas ainda há outros empecilhos, como a necessidade de se garantir o retorno da fertilidade do homem, quando se desejar, e de se assegurar que o remédio não interfira na libido masculina e nos mecanismos de ereção. Mas, mesmo esses problemas estão bem perto de serem superados. Dessa forma, é bem provável que, algum dia, o controle da natalidade seja feito pelo homem, com a mesma facilidade dos modernos métodos contraceptivos femininos.

Para descontrair… piada da internet a respeito de Anticoncepcional Masculino:

“Os anticoncepcionais deveriam ser feitos para homens. Faz mais sentido tirar a munição da arma do que atirar em alguém com colete à prova de balas.”

anticoncepcional masculino engraçado
Anticoncepcional masculino – Teoria do João aprovada por nada menos que Chuck rsrs

4.9 de 5
Deixe seu comentário
Não envie dados pessoais como CPF, RG ou renda anual.