Quem pode participar do SISU 2018?

Nas duas edições de 2018 do Sisu (no primeiro e no segundo semestre), os candidatos só precisaram preencher um requisito: ter feito o Enem 2017, sem ter zerado na redação.

Ao contrário de outros programas governamentais de acesso ao ensino superior bem conhecidos, como o ProUni (que distribui bolsas de estudos) e o FIES (que oferece financiamento a juros baixos), o Sisu não tem requisitos de renda familiar para participar.

Idade, condição financeira, quem estudou em escolas públicas e particulares, quem já parou de estudar há um tempão, nada disso impede.

Fez o Enem 2017 e não zerou na redação? Então você pode tentar uma vaga no Sisu 2018! Veja a seguir como participar!

Quando abrem as inscrições para o Sisu 2018

A primeira edição de 2018 do Sisu vai acontecer logo após a divulgação dos resultados do Enem.

As inscrições abrem no dia 23 de janeiro e encerram no dia 26 de janeiro. São apenas quatro dias, por isso, não deixe para a última hora!

O resultado sai  no dia 29 de janeiro.

A segunda edição do Sisu em 2018 deve acontecer em junho ou julho.

No Sisu, leva a vaga quem tiver nota mais alta no Enem. No entanto, ao contrário do que muita gente pensa, a disputa não ocorre entre todo mundo que escolheu fazer Administração, por exemplo.

O que é SISU

O que é SISU

A concorrência do Sisu só acontece entre os candidatos que escolheram os mesmos cursos da universidade, campus/unidade, curso, turno e modalidade (cotas ou ampla concorrência). Por exemplo: se você tentar uma vaga no curso de Administração, período noturno, na UFRGS de Porto Alegre, em ampla concorrência, seus concorrentes serão os candidatos que escolheram exatamente as mesmas opções que você.

O sistema do Sisu vai preenchendo as vagas com os melhores colocados para cada opção. Ao final de cada dia, enquanto durarem as inscrições, é divulgada a nota de corte para cada opção de curso, faculdade, campus, turno e modalidade de concorrência.

A nota de corte é a menor pontuação possível para ocupar aquela vaga.

E é aí que entra aquela história de voltar ao site. Ao consultar a nota de corte parcial para a opção que você marcou, dá para avaliar se a pontuação que você teve no Enem está acima ou abaixo do mínimo – e, se for o caso, trocar de opção de curso, turno, etc. até encontrar uma em que você tenha mais chances de passar.

É possível mudar as opções no Sisu quantas vezes quiser. O sistema vai considerar sempre os últimos dados que você salvou.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *