O que é PROUNI?

O ProUni é um programa constituído pelo MEC, que disponibiliza bolsas de estudo em companhias de ensino superior. As bolsas oferecidas sendo elas isentos 100% que são as integrais, ou as parciais que são apenas 50% livres – essas são atribuídas a estudantes brasileiros de baixa renda e sem certificado de nível superior.

Quem pode participar do PROUNI?

Para poder participar do PROUNI é necessário que o interessado se adapte em algumas condições:

Ensino médio: O requerente deve ter exercido o ensino médio completo em redes públicas ou privadas.

Renda familiar bruta:

  • Para alcançar a bolsa integral: os interessados com tendo sua renda familiar bruta, por pessoa, podendo ser de até no máximo um salário mínimo e meio.
  • Para alcançar a bolsa parcial: o candidato deve então com uma renda familiar bruta, por pessoa, de no máximo até três salários mínimos.

Participação no ENEM:

O interessado deve ter obrigatoriamente realizado o Exame Nacional do Ensino Médio do ano que passou. A nota que for obtida na Prova irá servir como método de classificação para o Prouni. Sendo assim, maior a nota, maior a chance de conseguir o benefício.

Prouni

Prouni

Nota mínima no ENEM:

O MEC ainda determina uma nota para que o interessado consiga alcançar a uma bolsa. No momento atual, é necessário atingir no mínimo 450 pontos na prova, lembrando que não pode zerar a redação.

E os professores de redes públicas de ensino também vão poder obter a bolsa do ProUni para realizar cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia. Sem requisito de renda familiar, só é necessário que o profissional faça parte do quadro de professores de uma instituição e tenha alcançado 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio do ano que passou – não podendo zerar a redação.

O ProUni foi fundado pela Lei n° 11.096, em 13 de janeiro de 2005, tendo como objetivo principal de disponibilizar bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior. Por meio da nota obtida no Enem, os estudantes que pleiteiam à uma vagas em cursos de graduação e sequencias de formação específica.

Essas bolsas são disponibilizados aos estudantes que atestem uma renda bruta que seja menor a um salário-mínimo e meio por pessoa. Os estudantes cuja renda familiar não exceda três salários-mínimos por pessoa podem concorrer às bolsas parciais (50%).

Como se inscrever no ProUni

As inscrições para o ProUni acontecem duas vezes por ano, no começo e no final do primeiro semestre. Todo o processo é gratuito e acontece através da internet.

Veja passo a passo como se inscrever no ProUni

O resultado da lista dos classificados é dado em duas chamadas. Assim que finalizada as convocações, então são abertas as novas inscrições para que os estudantes interessados nas vagas remanescentes do processo regular.

Para candidatar-se a uma dessas oportunidades restantes é necessário que você preenchas todos as exigências anteriores, excluindo a que se trata do ano de realização do Exame Nacional do Ensino Médio. Nesse caso os candidatos podem ter realizado o exame em qualquer ano após 2010.

Números

No ano de criação do programa, segundo o Sistema do ProUni (Sisprouni) foram ofertadas 112.275 bolsas, entre integrais e parciais. Em 2014 o número de bolsas integrais concedidas foi de aproximadamente 205.000, ultrapassando no total a marca de 306.000 estudantes contemplados.

Todos os anos o Ministério da Educação (MEC) recebe aproximadamente 1,5 milhão de inscrições, sendo que mais da metade das bolsas estão localizadas nos estados da região sudeste. Em 2014 os cursos que disponibilizam bolsas são oferecidos em 943 institutos privados em todo o Brasil.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *